Quem somos

A Aliança Francesa Campinas

O Centro Cultural Franco Brasileiro – Aliança Francesa de Campinas, foi fundado em 1952.
Passou alguns anos com as atividades interrompidas e em 1965 foi reaberto como filial da Aliança Francesa de São Paulo. Pelo trabalho desenvolvido, em 1966 foi reconhecido como utilidade pública pelo governo municipal de Campinas.

Em 1990 torna-se autônoma. Seus estatutos são aprovados em Paris e constitui-se um comitê diretor. Instituição da “Semana Francesa”, evento cultural, pela Lei  Municipal  de 10/12/1996.
Em 1996 também, assinatura do “Projeto École” nasceu de uma parceria entre o Consulado da França em São Paulo, a Aliança Francesa de Campinas e a Prefeitura Municipal de Campinas através de sua Secretaria de Educação. O objetivo principal é de dar a oportunidade aos alunos e professores da rede municipal de aprender a língua e as culturas francesas e francófonas, ampliando, dessa forma os conhecimentos diante de uma segunda língua e culturas diferentes.

Criação da midiateca e do serviço de apoio pedagógico em 1999.

Em 2002 é inaugurada a filial de Barão Geraldo próxima ao Campus da UNICAMP.



A Aliança Francesa no Brasil

A Aliança Francesa está presente no Brasil há 130 anos. A primeira Associação foi fundada no Rio de Janeiro em 1885, apenas 2 anos após a criação da sede em Paris.

Como na maioria dos países latino-americanos, a presença francesa não se caracterizou por uma imigração de caráter econômico, e sim por um enriquecimento das relações políticas entre os dois países.
Tanto na Monarquia como na República, a cultura brasileira foi extremamente influenciada por artistas e escritores franceses. Igualmente, os acontecimentos históricos na Europa, e, sobretudo na França, favoreceram o desenvolvimento da presença cultural francesa.

O período entre 1960-1970 foi o ápice da implantação da Aliança Francesa no país, com 10 novos Comitês. Em 1979, atingiu-se o número de 30 associações com 50 implantações. O francês foi língua obrigatória no ensino secundário.
Atualmente a rede conta com  39 associações e 8 centros correspondentes, em praticamente todos os estados brasileiros. Mesmo que todas as Associações sejam jurídica e administrativamente independentes, a coordenação das atividades culturais e a unidade dos programas de ensino são garantidas pela Delegação Geral, situada no Rio de Janeiro.

As Alianças que já formavam uma rede solidária estreitaram ainda mais seus laços em 2001 com a fundação da FEBRAF (Federação das Alianças Francesas do Brasil).

A Aliança Francesa é uma associação sem fins lucrativos, constituída livremente por pessoas que tenham por objetivo divulgar a língua e a cultura francesas no seu país de origem. Fundada inicialmente em Paris em 1883, a Aliança encontra-se hoje implantada em 138 países, com 1093 estabelecimentos, que recebem o apoio do Ministério das Relações Exteriores da França tanto nas políticas pedagógicas e culturais, quanto nos investimentos imobiliários. Cada associação é de direito local, regida pelas leis próprias a esse tipo de sociedade.
O projeto de criação de uma associação, antes de qualquer constituição, recebe o aval do delegado geral da Aliança francesa de Paris no Brasil que aprova os estatutos, os objetivos e regras de funcionamento.

A associação uma vez criada recebe a aprovação do Conselho de Administração da Aliança Francesa de Paris, que autoriza o uso da logomarca ALLIANCE FRANÇAISE.

Saiba mais sobre a Aliança Francesa no Brasil em www.aliancafrancesabrasil.com.br/


A Aliança Francesa no Mundo

Tudo começou em um sábado, dia 21 de julho de 1883. Reunidos em uma sala do Cercle Saint-Simon, no endereço 215 boulevard Saint-Germain, algumas ilustres personalidades como Paul Bert, Pierre Foncin e Louis Liard, discutiam com o Embaixador Paul Cambon as primeiras bases de uma associação que teria como principal objetivo a difusão da cultura francesa e seus valores fundamentais.
Durante as reuniões seguintes, foi formado o Conselho de Administração que contou com a participação de políticos, diplomatas, escritores, arqueólogos, historiadores, magistrados, editores e religiosos. Ferdinand de Lesseps, Louis Pasteur, Ernest Renan, Jules Verne, Armand Colin, são alguns dos nomes que se empenharam durante muitos anos em prol do sucesso e da prosperidade dessa instituição. O principal veículo de difusão dos valores dessa missão é a língua francesa.

Em 24 de janeiro de 1884, o Ministério do Interior decreta a aprovação da Associação. A data oficial da fundação da Alliance Française é 10 de março do mesmo ano, quando foi realizada a primeira votação e elaborado o estatuto.
Todas as Associações são fundadas pela decisão de um comitê local. É desta forma que se manifesta o interesse dos países em manter um laço importante com a França por intermédio da Alliance Française - Paris, que permite a cada associação a utilização de sua logomarca.

O Ministério das Relações Exteriores da França apóia estas instituições e coloca à disposição, sob contrato, funcionários públicos franceses, reforçando suas políticas pedagógicas e culturais. Além disso o MRE participa dos investimentos imobiliários.

Os três principais objetivos da Alliance Française:
  • Ensino da língua francesa
  • Favorecimento dos intercâmbios lingüísticos e culturais, sendo centro de referência do pensamento francês
  • Organização de manifestações em prol da divulgação da cultura francesa
Graças a um desenvolvimento contínuo, a rede mundial, com implantação em 138 países, tornou-se centro de uma "cultura transnacional" em razão da flexibilidade das Associações. A participação majoritária de estrangeiros e uma força afetiva que traz para as Associações eminentes personalidades e organismos, fizeram com que a Alliance Française acompanhasse a história das nações e dos homens. Os homens constroem a história, a história continua e a Alliance Française no mundo também.

Aliança Francesa no Mundo

Aliança Francesa no Mundo