Prêmios literários na França movimentam o mercado editorial

Categoria: Literatura
17 outubro 2017, Comentários: 0

É durante o período de final de outubro e começo de novembro que o mercado editorial não fala de outra coisa a não ser os prêmios literários na França. Esse período marca a distribuição tradicional dos mais cobiçados prêmios literários da França, como o Goncourt, o Renaudot e outros. Esses prêmios, já renomados e conhecidos há muitas décadas na França, são tidos como sonho de consumo para os mais importantes autores e garantia de venda para escritores, editores e livrarias.

Para os amantes de literatura, conferir os premiados a cada ano é estar atento às novidades do segmento literário e ter uma garantia de qualidade dessas obras, diante de tantas opções no mercado editorial. Quer saber quais são esses prêmios literários na França? Confira abaixo!

 

"Le Dernier des nôtres", obra de Adélaïde de Clermont-Tonnerre

“Le Dernier des nôtres”, obra de Adélaïde de Clermont-Tonnerre

Grande Prêmio de Romance da Academia Francesa

É considerado o Prêmio Nobel da Literatura! Foi criado em 1914 e é atribuído ao autor do romance que a Academia tenha considerado como sendo o melhor do ano e tenha se destacado em outras premiações literárias. Ano passado quem ganhou a premiação foi Adélaïde de Clermont-Tonnerre pela obra “Le Dernier des nôtres”.

 

Prêmio Goncourt

É considerado o mais prestigioso prêmio literário na França. O vencedor em 2017 é ‘L’ordre du jour’ do escritor Eric Vuillard, romance que narra a chegada ao poder de Adolf Hitler e o apoio dos industriais alemães à maquinaria de guerra nazi. Ano passado quem levou o prêmio foi a autora franco-marroquina Leila Slimani pela obra “Chanson Douce”. O livro se tornou bestseller na França e conta a história de uma babá que mata duas crianças. A escritora é a 12ª mulher a ser recompensada com o prêmio Goncourt em 112 anos de história.

Este ano foram 15 finalistas que concorreram ao Goncourt! O resultado da premiação saiu no dia 6 de novembro. Confira a lista dos finalistas:

Prix Goncourt

Prix Goncourt

– Marie-Hélène Lafon, Nos vies (Buchet-Chastel)
– François-Henri Désérable, Un certain M. Piekielny (Gallimard)
– Alice Zeniter, L’Art de perdre (Flammarion)
– Monica Sabolo, Summer (J.-C. Latès)
– Yannick Haenel, Tiens ferme ta couronne (Gallimard)
– Alexis Ragougneau, Niels (Viviane Hamy)
– Olivier Guez, La Disparition de Josef Mengele (Grasset)
– Kaouther Adimi, Nos richesses (Seuil)
– Patrick Deville, Taba-Taba (Seuil)
– Philippe Jaenada, La Serpe (Julliard)
– Eric Vuillard, L’Ordre du jour (Actes Sud)
– Yves Ravey, Trois jours chez ma tante (Éditions de Minuit)
– Brigitte Giraud, Un loup pour l’homme (Flammarion)
– Véronique Olmi, Bakhita (Albin Michel)
– Frédéric Verger, Les Rêveuses (Gallimard)

Eric Vuillard vencedor do prêmio Goncourt 2017

Eric Vuillard vencedor do prêmio Goncourt 2017

Prêmio Femina

É um prêmio atribuído anualmente a uma obra de ficção. O júri, exclusivamente composto por mulheres, é formado por colaboradoras da revista Femina. Ano passado quem levou o prêmio de melhor romance foi o escritor Marcus Malte, autor do “Le Garçon”. O enredo se passa durante a Primeira Guerra Mundial e faz uma referência ao mito do menino selvagem que chega à civilização.

 

Prêmios de literatura francesaPrêmio Interallié

Foi criado em 1930 e o júri é composto por 10 jornalistas. A premiação acontece geralmente em um restaurante parisiense após o Prêmio Femina. Em 2016, o vencedor foi o livro “Repose-toi sur moi”, de Serge Joncour.

 

Prêmio Médicis

Foi criado em 1958 como um prêmio que suscita o debate, premiando obras que provocam o leitor e levam-no à reflexão. Em 2016 o livro premiado foi “Laëtitia ou la Fin des hommes”, de Ivan Jablonka.

 

Prêmio Renaudot

Surgiu em 1926 e, desde então, o júri é composto por 10 jornalistas e críticos literários. A premiação acontece simultaneamente ao Goncourt. Em 2016 a premiação consagrou o livro “Babylone”, de Yasmine Reza.
Falando em literatura, que tal uma boa leitura em francês para aprimorar seus estudos? A midiateca da Aliança Francesa tem uma infinidade de livros, CDs, DVDs, revistas, materiais didáticos e fonéticos. Acesse e confira!

Comments are closed.